quarta-feira, 26 de março de 2014

Conhecendo o Anime Death Note

Sei que o blog é feito para falar de livro, mas não importa, quero falar do animes de dos meus filmes.Já explicado, vou começar a resenha.
O Anime Death Note é um anime com a temática policial e sobrenatural, o mangá foi escrito pelo Tsugumi Ohba, a adaptação foi feita pelo estúdio Madhouse e conta com 37 episódios, separada por 2º temporadas.

O enredo do anime é basicamente um Death Note (um caderno que tem o poder de matar a pessoa, somente escrevendo o nome nele e imaginando o rosto da pessoa) que vai parar nas mãos de um jovem com muito inteligente, que decide acabar com todas as más pessoas do mundo. Claro, o anime também narra do inicio ao fim o que ele faz com o caderno, e o modo que ele encontra para não ser descoberto como Kira (apelido dado ao justiceiro).

O Anime tem uma historia bem polemica, que me interessou logo de cara, e me fez em momentos ficar do lado do Light (Kira) e em muitos outros querendo que o L descubra logo quem é o assassino. O anime diferente da maioria dos outros que encontrei não foca somente no mundo sobrenatural, mas também em lutas politicas, suspense e com um enredo incrivelmente criativo.

Personagens.
O personagens principais da primeira temporada tem como protagonista os personagens Light, L, e Misa Amane que aparece na segunda parte (Saga do Segundo Kira) da primeira temporada do anime. Vou descrever, os tres personagens e logo em seguida vou para os outros personagens.
Light (Kira):
Ele é um dos melhores alunos do Japão e o personagem que encontrou o Death Note e se tornou o Kira, matando todos os criminosos. É bastante fechado e se mostra muito manipulador e tem uma facilidade tremenda em desvendar as ações de outras pessoas.
L:
É um famoso detetive particular que foi encarregado do caso Kira, e então começa a caçada entre as duas mentes brilhantes que deixa o anime tão interessante. Sua personalidade, pra mim é muito parecida com a do Light, muito mais fechado, e também tem a mesma facilidade de desvendar e manipular os outros, assim como o seu rival. Tem uma obsessão com doces e tem um comportamento muito estranho, que vai até do jeito que ele senta.
Misa Amane:
Ela também tem um Death note, e possui uma imensa paixão pelo Kira, que para ela é um herói, e logo em seguida que descobriu a sua identidade se apaixonou pelo Light. Apesar de não ser das personagens mais inteligente (em alguns momentos ela se mostrou bem inteligente, mas na maioria das vezes não), pra mim foi uma personagem que gostei muito, uma das melhores.

Já na segunda parte do Anime, alguns novos personagens surgem, como o Mello e o Near, que se tornam os novos investigadores responsável pela prisão do Kira.

Near:
Um órfão super dotado (assim como o Mello), que é o primeiro na linha de sucessão do L, que cria a SPK(uma organização fundada com o único objetivo de encontrar o Kira). Tem um comportamento um pouco parecido com o do L, mas não chega a ter o raciocínio suficiente para se igualar ao seu antecessor, mas junto com o Near, tem a inteligencia suficiente para superar o L.

Mello:
Um outro orfão super dotado que entra na investigação, mas não quis se juntar com o Near, então se junta a uma mafia para encontrar o Kira antes do Near. Sempre aparece comendo chocolate e foi muito importante para o final do anime.

Então, acho que esta bom pra esse post, enfim, o anime é muito bom, e merece muito ser visto.

2 comentários:

  1. Cara, eu amei esse Anime! Recomendo a todos os que perguntam sobre ele!

    Amei seu post, aah, eu sempre estive do lado de Kira e me apaixonei pos Misa Amane desde o principio! KKKKK

    GabryelFellipeealgo.blogspot.com
    El Costa - Confins Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também recomendo, acho que um dos melhores animes que já vi.

      Estou pensando em fazer outro post pra falar melhor da historia e deixar de lado os personagens. Serio, fiquei com raiva do Light por não gostar da Misa Amane, ela é muito fofa!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.

Os Jovens Leitores Copyright © 2015 - Design por Camila Solli.